Engenheiros Ambientais do Centro Sul Paranaense criam Associação

Engenheiros Ambientais do Centro Sul Paranaense criam Associação
Na última quinta-feira, foi criada, em União da Vitória, a Associação Centro Sul Paranaense dos Engenheiros Ambientais (ACSPEA).
A ACSPEA atuará nos municípios contemplados nas regionais do CREAPR: Ponta Grossa e Guarapuava.
A reunião de fundação aconteceu no Centro Universitário de União da Vitoria- UNIUV -. A entidade nasceu apoiada por Renato Muzzolon Júnior, conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea/PR), representante da Associação Paranaense dos  Engenheiros Ambientais – APEAM e Presidente da Federação Nacional das Associações de Engenharia Ambiental e Sanitária  (FNEAS).
Todos os engenheiros ambientais que atuam na região Centro Sul e acadêmicos do curso poderão se associar na nova associação, que tem o objetivo de trabalhar pela valorização e capacitação dos profissionais e acadêmicos.
Durante a reunião, foi aprovado o estatuto da associação, escolhida a logomarca e eleita a diretoria executiva e o conselho fiscal. “A entidade nasce com um propósito de trabalhar em conjunto com a APEAM e as demais coirmãs regionais Associação Oeste Paranaense dos Engenheiros Ambientais – AOPEA , Associação Sudoeste Paranaense dos Engenheiros Ambientais – ASPEA, Associação Norte Paranaense dos Engenheiros Ambientais – ANPEA. Fortalecendo e organizando engenharia ambiental no estado", resume Heloisa Pontarolo Presidente da ACSPEA.
A ACSPEA tem por finalidade defender os interesses, integrar e promover a participação dos profissionais nas políticas públicas de meio ambiente.
Confira a diretoria da entidade
PRESIDENTE – Heloisa Pontarolo
VICE – PRESIDENTE – Lisandra Kaminski
SECRETÁRIO: Amanda Stemmler
VICE – SECRETÁRIO: Renata Paz
TESOUREIRO: Jean Guilherme
VICE – TESOUREIRO: Raphael Neves

CONSELHO FISCAL:
Titulares: Mayara Ananda Gauer, Felipe Marcel, Suelen Polak Ramos

Suplentes: Andressa Haiduk, André Soares de França, Gilson Serafini
Diretoria da ACSPEA
Engenheiros Ambientais e estudantes na Assembléia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *