Você está aqui: APEAM > Notícias > Projeto Ecoelétrico coordenado tecnicamente por um Engenheiro Ambiental é escolhido como uma das dez iniciativas que se destacam na busca da Sustentabilidade Urbana na América Latina
Apoio
Patrocínio
Notícias

Projeto Ecoelétrico coordenado tecnicamente por um Engenheiro Ambiental é escolhido como uma das dez iniciativas que se destacam na busca da Sustentabilidade Urbana na América Latina

Curitiba está no grupo de dez cidades latino-americanas que se destacam na busca da sustentabilidade, de acordo com a publicação “Sustentabilidade Urbana: Experiências na América Latina”, do ICLEI, associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável e da Fundação Konrad Adenauer. A capital paranaense recebeu destaque graças ao projeto Curitiba Ecoelétrico, que na sua primeira fase incorporou 10 carros elétricos à frota do Município.

De acordo com a publicação, o projeto, que é pioneiro no Brasil, pode inspirar outras cidades do País e da América Latina a investirem em mobilidade elétrica.

A publicação foi lançada no fim do ano passado, na COP 20 da Conferência Climática da ONU, em Lima no Peru. Ela mostra dez casos concretos de cidades latino-americanas em busca da sustentabilidade: San Rafael de Heredia (Costa Rica); Curitiba, Recife e Rio de Janeiro (Brasil); Cidade do México, León e Toluca (México); Medellín e Bogotá (Colômbia); e Lima (Peru).

“Este material representa um reconhecimento importante do projeto Ecoelétrico em Curitiba. Após sete meses do lançamento, entendemos que continuamos na vanguarda da sustentabilidade e continuamos trabalhando para que a cidade esteja entre as grandes capitais mundiais que buscam alternativas inteligentes para as questões ambientais”, avalia a coordenadora geral do projeto, a vice-prefeita de Curitiba, Mirian Gonçalves.

Com sete meses de operação e mais de 30 mil quilômetros rodados com os dez veículos que compõem a frota, o projeto poupou a emissão de mais de 3,8 mil kg de CO2 na atmosfera, atendendo perfeitamente a demanda dos três órgãos municipais que foram contemplados com os carros.

7 - 3Z5K0016 (1)O coordenador técnico do projeto, o Eng. Ambiental Ivo Reck Neto, destaca que um dos principais objetivos dessa iniciativa é desmistificar a capacidade de deslocamento no meio urbano de veículos puramente elétricos, a sua autonomia. “Seu uso nas cidades é completamente possível considerando a capacidade de descolamento de boa parte dos veículos puramente elétricos disponíveis no mercado atualmente, a escolha da nossa iniciativa com uma das principais da América latina reforça ainda mais essa possibilidade”. O projeto também tem como premissa demonstrar ao mercado o grande interesse das pessoas em possuírem um modal como esse, em razão de não poluírem o meio ambiente e melhorar de certa maneira a qualidade de vida nas cidades.

O projeto continua em desenvolvimento de suas fases seguintes. a próxima fase consiste no estudo e desenvolvimento de um sistema de compartilhamento público de veículos puramente elétricos. A intenção dessa iniciativa e contribuir ainda mais com a qualidade do ar e com o trânsito da nossa cidade.  O sistema de car sharing de Pari, uma das principais referências mundiais nesse tipo de sistema, implantado no ano de 2011, retirou de 7 a 10 veículos particulares das ruas parisienses.

A frota de carros elétricos da Prefeitura de Curitiba vem obtendo uma economia de 82% em relação ao que seria gasto para manter rodando o mesmo número de veículos, porém movidos a combustão. Através do site www.ecoeletrico.curitiba.pr.gov.br é possível conhecer todas as etapas do projeto que hoje conta com  dez veículos (cinco ZOE, dois Twizy e três Kangoo) e oito eletropostos para abastecimento.

Os carros elétricos são utilizados pela Guarda Municipal, Setran,  pelo Departamento de Proteção Animal da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, e pelos gabinetes do prefeito e da vice-prefeita. Eles constituem a primeira ação do programa de sustentabilidade do Município voltada à mobilidade para o cumprimento do protocolo assinado pelo prefeito Gustavo Fruet, durante a Cúpula do C 40, na África do Sul.

Entre os temas abordados na publicação “Sustentabilidade Urbana: Experiências na América Latina” estão mobilidade urbana, consumo sustentável, biodiversidade e gestão de resíduos.

“Este material representa um reconhecimento importante do projeto Ecoelétrico em Curitiba. Após sete meses do lançamento, entendemos que continuamos na vanguarda da sustentabilidade e continuamos trabalhando para que a cidade esteja entre as grandes capitais mundiais que buscam alternativas inteligentes para as questões ambientais”, avalia a coordenadora do projeto, a vice-prefeita de Curitiba, Mirian Gonçalves.

A publicação está disponível para download no link abaixo:

http://sams.iclei.org/pt/noticias/noticias/arquivo-de-noticias/lancamento-publicacao-kas-iclei.html

Comentário

Nenhum comentário

Comentários fechado.