Você está aqui: APEAM > 2015 > agosto
Apoio
Patrocínio
Convite para as Oficinas Temáticas da Agenda 21 Paraná

Convite para as Oficinas Temáticas da Agenda 21 Paraná

CONVITE FINAL

 

Segue o Convite para as Oficinas Temáticas da Agenda 21 Paraná que acontecerão durante o mês de agosto.

 

As Oficinas serão realizadas pelo Fórum Permanente da Agenda 21 Paraná, com intuito de sistematizar o material para a elaboração do documento “Agenda 21 Paraná” oriundo do texto-base, enriquecido com as contribuições das Conferências Livres e de Consulta Pública, realizadas em 2014.

 

As oficinas são ABERTAS para a participação de toda pessoa interessada na temática do desenvolvimento sustentável e não há necessidade de inscrição prévia. Mais informações entrar em contato pelos telefones (41)3304-7786 e (41)3304-7790 ou pelo e-mail: agenda21parana@gmail.com.

 

Orientações para o documento Agenda 21 Paraná.

 

Por que o documento Agenda 21 Paraná?

A Agenda 21 pode ser definida como um “instrumento de planejamento e gestão participativos visando o desenvolvimento sustentável”.

Desde 2002 com a criação da Comissão Governamental e, principalmente, a partir de 2004, com a criação do Fórum Permanente da Agenda 21 Paraná, ocorreram muitas atividades, muitos eventos foram realizados, inclusive as próprias reuniões do Fórum.

Tantas mobilizações, além dos resultados alcançados, originaram importantes publicações nesse período. Porém, nosso estado ainda não construiu sua Agenda 21, a exemplo da Agenda 21 Global, da Agenda 21 Brasileira e das Agendas 21 de vários estados e tantas cidades.

Para preencher essa lacuna e, principalmente, para que nosso estado possa ter sua Agenda 21 foi organizado o processo de elaboração do documento “Agenda 21 Paraná”, propiciando o maior envolvimento possível da sociedade paranaense a fim de definir as diretrizes para o desenvolvimento sustentável do Paraná.

O documento final deverá ser claro, conciso e de fácil entendimento de todos. A abordagem do assunto deverá ser a partir da visão biocêntrica, obviamente com o objetivo do desenvolvimento sustentável.

 

O texto base

O texto base foi construído a partir das publicações da Agenda 21 Paraná: Seminários Macrorregionais da Agenda 21 Paraná (2002), Diálogos Paraná (2006), A Agenda 21 no Movimento Popular (2009), Pacto Paraná Sustentável (2010) e Paraná: O Futuro que Queremos (2012).

O conteúdo desses documentos foi organizado conforme os atuais seis Temas Norteadores da Agenda 21 Paraná: Direitos Humanos e de Todas as Formas de Vida, Padrões de Produção e Consumo, Recursos Naturais e Biodiversidade, Infra Estrutura e Integração, Pesquisa, Inovação, Ciência e Tecnologia e Governança e Empoderamento.

No mês de março de 2014 foram realizadas Conferências Livres por instituições integrantes do Fórum que, basicamente, analisaram o Texto Base, ou parte dele, e fizeram suas contribuições.

Em maio de 2014, foi realizada a Consulta Pública, divulgada no site da SEMA, através da qual muitas outras contribuições foram recebidas.

 

O trabalho dos GTT – Grupo de Trabalho Temático

Coube a cada GTT analisar o Texto-Base com as respectivas contribuições das Conferências Livres e da Consulta Pública e sistematizar um novo Texto-Base, visando as etapas posteriores, de acordo com o roteiro pré-estabelecido:

  1. Premissas – Qual a situação desejada.
  2. Situação Atual – diagnóstico.)
  3. Desafios – o que deve ser feito.
  4. Obstáculos – empecilho.
  5. Propostas – ações para superação dos obstáculos.

 

Oficinas Temáticas:

As Oficinas Temáticas tem por objetivo analisar os textos trabalhados pelos GTT verificando se algum tema não foi corretamente tratado, além de notar a ausência de algum outro tema que considere relevante para receber o mesmo tratamento. Da mesma forma, a Oficina poderá apresentar a sugestão de como contemplar o tema.

Temas Norteadores e eixos temáticos:

1 – Direitos Humanos e de Todas as Formas de Vida

Educação e Diálogo de Saberes

Direitos Animais

Segurança Alimentar e Nutricional

Saúde

Erradicação da Pobreza e das Desigualdades Sociais

Trabalho, Geração de Renda e Inclusão Social

Erradicação da Violência

Moradia

Grupos Vulneráveis

Cultura

2 – Padrões de Produção e Consumo

Consumo Consciente

Agricultura

Geração de Resíduos

Desafios Setoriais da Produção

Publicidade e Propaganda

3 – Recursos Naturais e Biodiversidade

Biodiversidade

Florestas

Gestão dos Recursos Hídricos

Qualidade e Ocupação do Solo

Proteção da Atmosfera e Qualidade do Ar

Ambiente Marinho

Gestão dos Recursos Naturais

4 – Infra Estrutura e Integração

Integração Regional

Transportes

Energia

Comunicação

Turismo

Cidades Sustentáveis

Habitação

Saneamento

Resíduos Sólidos

Mobilidade Urbana e Acessibilidade

Infraestrutura Urbana e Rural

Cooperação e Integração entre as Regiões do Estado

Resíduos Sólidos

Saneamento

Habitação

Mobilidade e Transporte

Segurança

Comunicação

Energia

5 – Pesquisa, Inovação, Ciência e Tecnologia;

Fomento à Pesquisa

Da Teoria à Prática

Agropecuária, Pesca e Aquicultura

Empreendedorismo

6 – Governança e Empoderamento.

Governança

Gestão Compartilhada

Planejamento Descentralizado e Participativo

Plano Diretor

Fóruns, Conselhos e Comitês

Instância Legítima de Governança

Meios de Implementação da Agenda 21

Mobilização e Comunicação

Papel dos Grupos Principais: Trabalhadores, Mulher, Infância e Juventude, Organizações não governamentais, Autoridades Locais

Terceiro Setor

Respeito às Minorias e Fortalecimento de Grupos Vulneráveis

Comunidades Tradicionais

Indicadores do Desenvolvimento Sustentável

Vocação Regional

Programas Ambientais

Segurança Pública

 

APEAM convoca para Assembleia Geral

APEAM convoca para Assembleia Geral

A APEAM – Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais – convoca todos os seus associados e convida a todos os Engenheiros Ambientais e estudantes de Engenharia Ambiental do Estado do Paraná para participar da 1a. e da 2a. Assembleias Gerais Extraordinárias de 2015. Ambas ocorrerão no dia 11 de agosto de 2015, a partir das 18:00, no auditório do CREA, na Rua Dr. Zamenhof, 35 – Alto da Glória, Curitiba – PR.

Confira aqui o EDITAL DE CONVOCAÇÃO.

convoca

APEAM apoia realização de Fórum de Sustentabilidade & Governança

APEAM apoia realização de Fórum de Sustentabilidade & Governança

Ausência de governança corporativa aplicada à sustentabilidade gera perda de competitividade e Market Share nas grandes empresas

Fórum Sustentabilidade & Governança em Curitiba discutirá o tema com a presença de executivos de diversos setores da economia e palestrantes renomados

O setor produtivo nacional está diante de um panorama claro: atualmente, quando vivemos uma era de acesso à informação de proporções gigantescas, as organizações que não incluem em seus negócios ações efetivas voltadas a inovações e sustentabilidade, estão ficando para trás nos quesitos competitividade e Market Share.

Do ponto de vista do consumidor, cada vez mais atento a empresas ambientalmente responsáveis e socialmente justas, as que não apresentam soluções transparentes a respeito de suas iniciativas relacionadas ao aquecimento global e redução das emissões de carbono, por exemplo, correm um sério risco não só pela escassez de recursos, mas principalmente pela queda de faturamento dos negócios.

Apesar de inquietante, tal premissa parece não ter atingido boa parte do empresariado que ainda apresenta certa resistência à ideia de “triple bottom line” – ou tripé da sustentabilidade, também conhecida como os “Três Ps” (people, planet and profit), em português, “PPL” (pessoas, planeta e lucro). De acordo com um levantamento realizado pela consultoria DOM Strategy Partners, em 223 companhias de grande porte, 61% dos executivos de diversos segmentos de atuação ouvidos afirmaram que não enxergam oportunidades de gerar valor por meio de alternativas sustentáveis – e que o pouco que fazem é impulsionado apenas pela pressão da sociedade. Em 79% das corporações, o conceito de sustentabilidade não é globalmente trabalhado, ficando restrito a um setor ou liderança específica. Ou seja, na prática ser sustentável está mais para marketing do que cultura nas grandes empresas.

Nesse contexto, a governança corporativa é vista como uma ferramenta imprescindível e determinante à aplicação eficaz da sustentabilidade em toda a cadeia produtiva. Isso significa trabalhar os preceitos que abrangem questões ambientais e sociais em duas frentes: tanto estrategicamente como em âmbito operacional.

Ao vislumbrar o cenário ideal, as companhias que apresentam conselhos com representações externas, sejam de especialistas convidados ou stakeholders, que atuam na resolução de problemas e buscam soluções para minimizar os impactos das atividades gerados pelas empresas, estão um passo à frente. Entretanto, o que se vê hoje ainda são medidas internas fechadas que apresentam baixos níveis de dinamismo e inovação.

Fórum de Sustentabilidade e Governança 2015

Visando abordar temas relacionados à sustentabilidade e governança em diferentes setores, desde 2012, a STCP Engenharia de Projetos e Milano Consultoria e Planejamento promovem o Fórum de Sustentabilidade & Governança – O novo paradigma do desenvolvimento.

Assim como em outras edições, quatro painéis estruturam o evento, que acontece nos dias 18 e 19 de agosto, em Curitiba (PR). Tendências em sustentabilidade e governança, sustentabilidade no agronegócio brasileiro, governança para sustentabilidade e capital natural serão as linhas abordadas pelos palestrantes. Ao final, um debate síntese do evento, mediado por Miguel Milano, da Milano, contará com a participação de jornalistas especializados e do vice-presidente da STCP, Joésio D. P. Siqueira.

Após a abertura oficial a ser realizada pelo presidente da STCP, Ivan Tomaselli, o público presente contará com a contribuição intelectual de Stuart Hart, da Universidade de Cornell. Com um currículo impecável, o profissional mantém nível de destaque no cenário econômico internacional e é um dos expoentes dos movimentos de empreendedorismo social, sendo um dos fundadores da teoria da Base da Pirâmide. Não por acaso, ocupa as cadeiras Steven Grossman em Negócios Sustentáveis na Universidade de Negócios de Vermont e a emérita Samuel C. Johnson em Empresas Globais Sustentáveis. Além disso, é Professor Emérito em Gestão na Escola de Gestão Johnson da Universidade de Cornell, onde fundou o Centro para Empresas de Sustentabilidade Global. Hart também é membro do conselho da Novelis (patrocínio bronze do fórum), líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio, e autor do livro “Capitalismo na Encruzilhada”.

Para mais informações sobre os palestrantes e acesso ao programa do Fórum de Sustentabilidade & Governança 2015, acesse o site www.sustentabilidadegovernanca.com.br. No link também é possível realizar a inscrição e obter detalhes sobre a localização do evento.

Confira a programação completa: Programa FSG 2015

 

Flyer

 

Sócios da APEAM com anuidade em dia tem 15% de desconto na inscrição para o evento.

 

Serviço:

Fórum de Sustentabilidade & Governança – O novo paradigma do desenvolvimento

Quando: 18 e 19 de agosto de 2015

Onde: Hotel Four Points by Sheraton – Curitiba (PR)

Horário: 8h às 18h

Mais informações:http://www.sustentabilidadegovernanca.com.br/

Inscrições no link:http://www.sustentabilidadegovernanca.com.br/inscricoes

 

Informações para a imprensa:

Patricia Pavloski Perez – DRT 9275/PR

redação@contenido.com.br | (41) 9981-9716