Você está aqui: APEAM > 2014 > junho
Apoio
Patrocínio
Acadêmicos de Engenharia Ambiental da UNISEP promovem campanha para ajudar atingidos pelas chuvas

Acadêmicos de Engenharia Ambiental da UNISEP promovem campanha para ajudar atingidos pelas chuvas

Fortes chuvas causaram estragos e alagamentos em cidades do Sudoeste do Paraná no início desse mês. Dentre as mais atingidas estão Boa Esperança do Iguaçu, Sulina e Francisco Beltrão. Muitas pessoas ainda dependem de doações, já que perderam bens materiais, mantimentos e recuperam aos poucos os danos em suas residências.

Para ajudar os atingidos, os alunos do curso de Engenharia Ambiental da Unisep de Dois Vizinhos estão promovendo a campanha SOS SUDOESTE. Os seguintes itens podem ser doados: roupa, cobertores, colchões, alimentos não perecíveis, água e produtos de higiene pessoal.

A ação, que conta com o apoio da APEAM e participação de integrantes do CREAJr, acontece até o dia 02 de julho, no entanto, boa parte do que foi arrecadado já foi encaminhado aos órgãos competentes de cada município.

As doações podem ser entregues no Campus da UNISEP – Campus Dois Vizinhos (Avenida Presidente Kennedy, 2601) ou aos acadêmicos de Engenharia Ambiental (bloco E). Informações podem ser obtidas através do telefone (46) 9122-3635.

Fonte: CREAPR

 

Diretor Regional da APEAM participa de discussão sobre a PNRS em Campo Mourão

Diretor Regional da APEAM participa de discussão sobre a PNRS em Campo Mourão

O tratamento dos resíduos sólidos ainda é um dos principais desafios das administrações municipais, apesar de o Brasil dispor de legislação e marcos regulatórios por meio da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

Dada a importância do tema, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (CREA-PR) realizou na última quarta-feira (18), a convite da Câmara Municipal de Vereadores de Campo Mourão, uma nova edição da Agenda Parlamentar. O evento contou com o apoio de diversas entidades de classe da região – Associação Regional dos Engenheiros e Arquitetos de Campo Mourão (AREA-CM); Associação dos Engenheiros Agrônomos de Campo Mourão (AEA-CM), da Regional de Campo Mourão do Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (Senge-PR). Além de representantes destas entidades, o evento também contou com a presença do engenheiro ambiental Alison Moura Cortez, Diretor da Regional Apucarana e membro da Câmara Técnica de Saneamento com ênfase em Resíduos Sólidos do CREA-PR.

Durante o evento foram discutidas e apresentadas propostas relacionadas com a destinação dos mais diversos tipos de resíduos. Na opinião do engenheiro ambiental Alison Moura Cortez, antes de se falar em elaborar o termo técnico para a licitação, é preciso fazer um levantamento das situações e adaptar ao número de habitantes. “Não basta definir uma solução é preciso ver pelas necessidades”, diz.

Ainda de acordo com Cortez, a questão do tratamento e destinação de resíduos sólidos é um problema recorrente em várias cidades do Paraná, especialmente nas de pequeno e médio porte. “Trata-se de uma discussão que ganhou atenção nos últimos anos com a implantação da lei que prevê o fim dos lixões e a implantação de aterros sanitários em todas as cidades brasileiras ainda este ano”, diz, referindo-se a Lei 12.305, de 2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos que entra em vigor no próximo dia 31 de agosto. “Vamos apresentar algumas sugestões passíveis de serem implantadas para ajudar gestores, empresários e a população a cumprir com as obrigações impostas pela legislação no que se refere ao gerenciamento de resíduos sólidos”, finaliza.

Fontes: Itribuna e CREAPR

Estatuto APEAM

Estatuto APEAM

ESTATUTO APEAM

Presidente da APEAM recebe Menção Honrosa no Encontro dos Jovens Empreendedores do Paraná

Presidente da APEAM recebe Menção Honrosa no Encontro dos Jovens Empreendedores do Paraná

O presidente da APEAM e diretor de Atribuições Profissionais da ANEAM, Renato Muzzolon Junior, foi homenageado ontem (10) pela Assembleia Legislativa do Estado do Paraná durante o Encontro dos Jovens Empreendedores do Paraná, realizado no Plenarinho da Casa.

O objetivo do encontro é reconhecer os jovens que estão se destacando em seu ramo de atuação profissional pela geração de empregos e contribuição ao desenvolvimento do Paraná.

Renato recebeu a Menção Honrosa, por indicação do presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – CREAPR Joel Krüger, em reconhecimento a sua contribuição para o Estado do Paraná; ao gerar capacitação profissional e intelectual, desenvolvimento social, oportunidades de emprego e renda para os cidadãos paranaenses.

“Esta homenagem representa bastante e revigora para seguirmos empreendendo, mesmo com as dificuldades de empreender no Brasil, não somente pelas questões burocráticas que o país impõe desde a abertura até o funcionamento da empresa, mas também pelo desafio de formar novos líderes e de encontrar profissionais qualificados”, destacou.

A homenagem aconteceu por proposição do deputado Ney Leprevost. O encontrou reuniu jovens empresários paranaenses que atuam em diversos setores que movimentam a economia e geram empregos.

10366002_716519538411942_483216355081756699_n

Ministério do Meio Ambiente lança oito cursos a distância para formar 10 mil pessoas

Ministério do Meio Ambiente lança oito cursos a distância para formar 10 mil pessoas

Cursos sobre cidadania e sustentabilidade socioambiental serão realizados pela plataforma Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

Por Tinna Oliveira

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) vai promover, neste ano, oito cursos a distância sobre cidadania e sustentabilidade socioambiental. A previsão é formar 10 mil pessoas até dezembro deste ano. Os cursos serão realizados por meio da plataforma Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA). O objetivo é ampliar o acesso de diversos públicos interessados nos processos de formação e capacitação desenvolvidos pelo MMA.

O diretor de Educação Ambiental, Nilo Diniz, explica que o MMA e suas entidades vinculadas procuram, na atualidade, articular e potencializar a capacidade institucional de formação e capacitação, ampliando a base social da política ambiental no país. “Este é o propósito desses cursos, que, por meio de uma nova plataforma virtual e de metodologias específicas, se somam a outras formações presenciais em andamento, bem como a processos participativos, como os conselhos e as conferências nacionais de meio ambiente, tanto a versão adulto, quanto a versão infanto-juvenil”, enfatiza.

Em julho, serão realizados dois cursos. O primeiro aborda questões que visam qualificar e reduzir o consumo infantil. O curso Criança e Consumo Sustentável” tem como público-alvo as mães e os pais. Serão 20 horas de curso para duas mil vagas. O curso Estilo de Vida Sustentável”tem como objetivo trabalhar uma nova perspectiva de qualidade de vida com base em padrões sustentáveis. São duas mil vagas para qualquer pessoa interessada no tema. O curso tem carga de 20 horas.

TEMAS PRIORITÁRIOS

De agosto a dezembro, será realizado o curso Formação de agentes populares de educação ambiental na agricultura familiar, com duas mil vagas. O objetivo é colaborar com a formação de lideranças do campo e técnicos de instituições que atuam com educação ambiental e agricultura familiar. O curso visa auxiliar no desenvolvimento de processos formativos e de mobilização nos territórios em favor da regularização ambiental, da adoção de práticas agroecológicas e sustentáveis e do enfrentamento de questões e conflitos socioambientais.

A iniciativa é destinada aos agentes de assistência técnica e extensão rural (Ater), lideranças de movimentos, sindicatos, associações, técnicos de organizações não governamentais (ONG), pastorais, prefeituras, órgãos públicos, empresas, professores, jovens, ambientalistas, animadores culturais. O curso compreende 120 horas de aula.

Apoio à implantação do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar (PEAAF) nos Territórios” é o tema da quarta capacitação, que busca refletir sobre questões relacionadas à temática socioambiental no campo. Podem participar gestores públicos estaduais e municipais e representantes de instituições que atuam com educação ambiental e agricultura familiar. Será ministrado de setembro a novembro, com 60 horas de duração e 300 vagas disponíveis.

AMPLIAÇÃO DE CONHECIMENTO

O curso que aborda as estratégias de implantação do programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), destinado aos gestores de órgãos governamentais, acontecerá de agosto a setembro. Serão disponibilizadas duas mil vagas e o curso durará 20 horas. Igualdade de Gênero e Sustentabilidade” é o tema da sexta capacitação, aberta a todos os interessados. Ocorrerá de setembro a outubro, com mil vagas e 20 horas de duração.

Também será realizado um curso de formação de conteúdistas em educação a distância. A proposta é realizar a formação técnica sobre estratégias e metodologias de desenvolvimento de conteúdos na linguagem à distância. O curso é destinado aos servidores do MMA e das unidades vinculadas, além de representantes de instituições que atuam com ensino a distância. Será ministrado de outubro a novembro, com 20 horas de duração e 500 vagas disponíveis.

O último curso tem o intuito de apresentar as etapas necessárias para elaboração dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos para os gestores públicos municipais. Será realizado em novembro, com 200 vagas e 20 horas de duração.

Confira a lista dos cursos até dezembro:

1. Criança e Consumo Sustentável: julho, 20 horas, 2 mil vagas.

2. Estilo de Vida Sustentáveis: julho, 20 horas, 2 mil vagas.

3. Formação de agentes populares de educação ambiental na agricultura familiar: agosto a dezembro, 120 horas, 2 mil vagas.

4. Apoio à implantação do Programa de Educação Ambiental e Agricultura Familiar nos Territórios: setembro a novembro, 60 horas, 300 vagas.

5. Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P): agosto a setembro, 20 horas, 2 mil vagas.

6. Igualdade de Gênero e Sustentabilidade: setembro a outubro, 20 horas, mil vagas.

7. Formação de conteudistas em EaD: outubro a novembro, 20 horas, 500 vagas.

8. Planos Municipais de Resíduos Sólidos: novembro, 20 horas, 200 vagas.

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

ATP Engenharia abre vagas para engenheiros

ATP Engenharia abre vagas para engenheiros

A ATP Engenharia Ltda, empresa atuante há mais de 20 anos na área de consultoria, anunciou que está com vagas abertas para os cargos de Engenheiro Sênior de Saneamento (2) e Engenheiro Sênior de Pavimentação (2).

Engenheiro Sênior de Saneamento

De acordo com a empresa, esta vaga será preenchida por profissional formado em engenharia civil ou ambiental com mais de 8 anos de experiência em elaboração de estudos de concepção, projetos básicos e executivos na área de abastecimento de água e esgotamento sanitário.
Além disso, é necessário conhecimentos em informática básica (Office), AutoCAD ou Microstation, Project (desejável), cursos específicos na área de dimensionamento de redes de água (EPANET) e esgotos (CESG), ou similares. As vagas são para atuação em Recife (PE) e Guiné (África).

Engenheiro Sênior de Pavimentação

Já esta vaga será preenchida por profissionais formados em engenharia civil com mais de 8 anos de experiência em elaboração de estudos de concepção, projetos básicos e executivos na área de pavimentação e geotecnia.
Ainda, é necessário conhecimentos em informática básica (Office), AutoCAD ou Microstation (desejável) e Project (desejável). Os contratados atuarão em Recife (PE) e São Paulo (SP).

Como se candidatar

O salário para todas as vagas são a combinar. Interessados devem enviar e-mail para selecao@atp.eng.br.

Fonte: Portal MundoGEO

Presidente da APEAM ministra palestra na UNISEP

Presidente da APEAM ministra palestra na UNISEP

No dia 02 de Junho (segunda-feira) o presidente da Associação Paranaense dos Engenheiros Ambientais, Sr. Renato Muzzolon Junior, participou da Semana Acadêmica do Curso de Engenharia Ambiental da UNISEP – Campus Dois Vizinhos. Na ocasião o engenheiro ministrou uma palestra como parte integrante da metodologia do evento, onde destacou as atribuições e oportunidades do mercado de trabalho para estes profissionais, além de compartilhar experiências e conhecimentos aplicados.

“É muito importante a APEAM e CREAPR realizar este trabalho de base com os futuros colegas de profissão. Além do fortalecimento da categoria, com a palestra podemos elucidar as perspectivas de atuação no mercado de trabalho e em que momento o engenheiro ambiental atuará”, destacou.

Além de presidente da Associação paranaense dos Engenheiros Ambientais, o Sr. Renato é membro da Câmara Especializada de Engenharia Civil, representando os membros da Engenharia Ambiental. A presença do Presidente foi de extrema grandeza para os acadêmicos e corpo docente que foi organizada pelos representantes do CREA Jr através do CREA regional de Pato Branco.

Fonte: Unisep