Você está aqui: APEAM > 2012 > setembro
Apoio
Patrocínio
Mercado de trabalho: Engenheiro ambiental Guilherme Geronasso

Mercado de trabalho: Engenheiro ambiental Guilherme Geronasso

Guilherme Geronasso, engenheiro ambiental, especialista em Segurança do Trabalho e pós-graduando em Planejamento e Gestão de Negócios, acredita que o fator primordial para a ascensão da Engenharia Ambiental no mercado brasileiro é a conscientização das Instituições Públicas e Privadas, bem como da população em si. Atualmente Geronasso trabalha como coordenador ambiental Jr. na consultoria Ambiensys Gestão Ambiental, atuando na área de Gerenciamento e Soluções em Resíduos.

Engenheiro ambiental Guilherme Geronasso

APEAM – Quais foram as maiores dificuldades encontradas no mercado de trabalho?

GUILHERME – Conseguir aplicar a teoria na prática. A burocracia e a falta de recursos impedem a realização de muitas ideias boas.

APEAM – A Engenharia Ambiental é relativamente nova no mercado de trabalho brasileiro e também, dentre as demais engenharias, a que mais tem potencial de crescimento. O que você acha que esta faltando para que este fato seja concretizado?

GUILHERME – O fator primordial para a ascensão da Engenharia Ambiental no mercado brasileiro é a conscientização das Instituições Públicas e Privadas, bem como da população em si. Essa evolução vem acontecendo de modo um pouco mais lento do que nós, Engenheiros Ambientais gostaríamos que ocorresse, mas com certeza há evolução. Infelizmente a cultura do brasileiro hoje é remediar, enquanto prevenir é mais saudável tanto do ponto de vista ambiental como do econômico. Outro obstáculo que esbarramos frequentemente é a competitividade no mercado de trabalho com outras profissões, que apesar de ter menos preparo técnico para certos quesitos, tem atribuição para fazê-los.

APEAM – Qual a importância da APEAM para o fortalecimento da categoria?

GUILHERME – A APEAM é importante para representar nossa categoria dentro das esferas competentes, buscando o valimento de atribuições e conquistando, com muito respeito e profissionalismo, o reconhecimento do Engenheiro Ambiental no mercado de trabalho.

APEAM – Para finalizar, qual recado você gostaria de deixar aos futuros Engenheiros Ambiental?

GUILHERME – A área ambiental é bastante abrangente, portanto acredito ser interessante procurar se qualificar com especializações voltadas para alguma área específica, de modo que esse conhecimento possa se tornar um diferencial. Lembrando que estágio nunca é demais.